Siga-nos

Olá, está díficil actualizar os dois blogs, então passo a fazer um só. siga-nos em 

www.jesusamavoce.wordpress.com 

 

Obrigado, Deus te abençoe

 

Eduardo M.R

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Busque seu milagre

Passados dois dias, partiu dali para a Galiléia. Porque o mesmo Jesus testemunhou que um profeta não tem honras na sua própria terra. Assim, quando chegou à Galiléia, os galileus o receberam, porque viram todas as coisas que ele fizera em Jerusalém, por ocasião da festa, à qual eles também tinham comparecido. Dirigiu-se, de novo, a Caná da Galiléia, onde da água fizera vinho. Ora, havia um oficial do rei, cujo filho estava doente em Cafarnaum. Tendo ouvido dizer que Jesus viera da Judéia para a Galiléia, foi ter com ele e lhe rogou que descesse para curar seu filho, que estava à morte. Então, Jesus lhe disse: Se, porventura, não virdes sinais e prodígios, de modo nenhum crereis. Rogou-lhe o oficial: Senhor, desce, antes que meu filho morra. Vai, disse-lhe Jesus; teu filho vive. O homem creu na palavra de Jesus e partiu. Já ele descia, quando os seus servos lhe vieram ao encontro, anunciando-lhe que o seu filho vivia. Então, indagou deles a que hora o seu filho se sentira melhor. Informaram: Ontem, à hora sétima a febre o deixou. Com isto, reconheceu o pai ser aquela precisamente a hora em que Jesus lhe dissera: Teu filho vive; e creu ele e toda a sua casa. Jo. 4:43-54
Deus tem o milagre que você está esperando. Deus não está tentando juntar fé suficiente para fazer o seu milagre! Ele não precisa esperar até que você tenha juntado moedas o suficiente para liberar as finanças em sua vida. Deus não está esperando que as águas se movam para que Ele possa operar a cura em sua vida.
Para Deus não há falta de poder, nem de recursos ou de vontade de operar o seu milagre. Se o seu milagre ainda não aconteceu o problema não está em Deus e talvez não esteja em você também. Pode ser que o nível de fé das pessoas ao seu redor seja baixo ou talvez você foi exposto a um tipo de ensino errado que limita o poder de Deus.
Eu creio que uma das mentiras malignas mais destrutivas não é que Deus não pode operar milagres, mas que o seu milagre ainda está muito longe. O inimigo diz: “Sim, Deus é poderoso, e sim, Ele pode curá-lo –, mas o seu milagre ainda está muito longe. Certamente Deus tem o seu tempo para fazer todas as coisas, mas nós devemos crer sempre para agora. A fé toma o fato como já tendo acontecido.
Quando Deus o criou ele formou você para o sobrenatural, e quando o Senhor colocou fé em você ele o equipou para os milagres. Há algo em você que espontaneamente anseia pelo sobrenatural. Cada vez que você ora, ouve um testemunho ou lê a respeito de um milagre sua fé é imediatamente despertada. Você consegue perceber o que eu estou dizendo? Cada vez que você se vê numa situação desesperadora, ou enfrentando uma necessidade esmagadora ou uma profunda preocupação, sua fé busca pelo milagre, pela intervenção divina. E é exatamente isto que é um milagre: a intervenção de Deus em nossa necessidade.
Eu creio que Deus já fez tudo o que é necessário para que você receba o seu milagre. Você precisa apenas tomar os passos bíblicos para recebê-lo.
Antes porém você precisa se libertar da teologia errada que nunca vê o sobrenatural. Precisa ver além das limitações da capacidade humana e crer no poder de Deus.
Gideão é um exemplo de alguém que estava preso a uma teologia equivocada. Em Juízes 6:13 ele disse: “Se o SENHOR é conosco, por que nos sobreveio tudo isto? E que é feito de todas as suas maravilhas que nossos pais nos contaram, dizendo: Não nos fez o SENHOR subir do Egito?” Essa era a conversa de Gideão antes do poder de Deus vir sobre ele. Certamente se parece muito com o discurso de muitos dentro das igrejas.
No texto que lemos encontramos um oficial do rei com uma necessidade desesperadora. Ele veio de uma outra cidade que estava a cerca de 40 quilômetros de onde Jesus estava, mas ele foi buscar o milagre que ele precisava. As palavras do Senhor para ele parecem indicar que aquele homem não era cheio de fé. O Senhor lhe disse: “Se, porventura, não virdes sinais e prodígios, de modo nenhum crereis.”
Eu sei que quando falamos de milagres não há uma única pessoa que não tenha de lidar com a dúvida. Mas você não precisa se desesperar porque a fé não é a completa ausência de dúvida, mas é a escolha deliberada de acreditar, apesar da dúvida. O que eu quero que você faça hoje é optar por não alimentar a sua dúvida, mas a sua fé.
A Bíblia tem muito a dizer sobre o poder de Deus para operar milagres. A Palavra de Deus é muito clara sobre isso:
“Jesus, fitando neles o olhar, disse-lhes: Isto é impossível aos homens, mas para Deus tudo é possível.” Mateus 19:26
“Porque para Deus não haverá impossíveis em todas as suas promessas.” Lucas 1:37
“Ao que lhe respondeu Jesus: Se podes! Tudo é possível ao que crê.” Marcos 9:23
Hoje eu desafio você a crer que aquilo que a Bíblia diz sobre o poder de Deus é verdadeiro. Eu desafio você a crer que Deus quer fazer o milagre na sua vida hoje. Eu desafio você a sair da zona de conforto do seu ambiente natural e entrar na esfera do miraculoso e do sobrenatural.
Eu desafio você a rejeitar todas as crenças erradas que impedem você de crer e receber o seu milagre. O seu passado e sua crença limitante são como um ladrão que rouba o milagre que você está esperando em Deus.
Declare em voz alta: “Eu escolho crer e não duvidar. Eu creio que o meu Deus é um Deus de milagres. O Senhor me ama e está operando o meu milagre agora mesmo. Eu sei que quando eu creio pelo milagre eu estou honrando o meu Deus.”
Existem três coisas que impedem as pessoas de receberem o milagre. Primeiro são as crenças erradas que procedem de teologias equivocadas. Teologias que não são bíblicas produzem confusão e dúvida. Qualquer ensino que não alimenta a sua fé precisa ser rejeitado.
Em Gálatas 3:5 Paulo faz uma pergunta muito séria: “Aquele, pois, que vos concede o Espírito e que opera milagres entre vós, porventura, o faz pelas obras da lei ou pela pregação da fé?” Somente a pregação da fé pode liberar o Espírito de Deus e a manifestação dos milagres na sua vida.
A segunda coisa que impede os milagres são os relacionamentos com pessoas erradas. As pessoas com quem você gasta a maior parte do seu tempo vão influnciar o seu nível de fé. Nossos relacionamentos são muito importantes, eles podem alimentar força ou fraqueza, fé ou incredulidade. Não há relacionamentos neutros. Até as experiências que você terá em Deus dependem das pessoas que estão ao seu derredor.
Se você gasta a maior parte do seu tempo com pessoas que estão sempre procurando razões para explicar porque não possuem um caráter como o de Cristo, porque não são fiéis na igreja, porque suas palavras são impuras, então saiba que você será tentado a ser como elas.
A terceira coisa que impede os milagres são as motivações desequilibradas. Motivações erradas produzem orgulho e egoísmo. A maior parte das pessoas do mundo hoje escolheram viver por meio de seus recursos humanos e caminhar em seus próprios caminhos indiferentes a Deus e a sua vontade.
Então o que é necessário para alcançar o seu milagre?
1. Creia que Deus quer recompensar, não punir
Hebreus. 11:6 diz que “sem fé é impossível agradar a Deus, porquanto é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe e que se torna galardoador dos que o buscam.”
O texto que lemos começa com as palavras de Jesus que um profeta não tem honra em sua cidade natal. Imediatamente depois disso vemos que esse oficial honrou a Jesus crendo que ele poderia fazer o milagre e curar o seu filho.
Aquele oficial do rei cria o suficiente para ir buscar o seu milagre a cerca de 40 quilômetros de distância. Se você deseja receber o seu milagre você precisa crer que a vontade de Deus é recompensar, não punir
2. Posicione-se para a vitória, não para a derrota
O que eu gosto na história desse homem que tinha uma posição alta na corte do rei é que ele veio onde o Senhor estava e implorou. Uma outra versão diz que ele suplicou pela cura do seu filho. Normalmente pessoas importantes não assumem esse tipo de posição.
Se você quer ver os milagres, posicione-se como aquele que está buscando, que está crendo e que está testemunhando sobre isso. Você precisa se posicionar pela vitória. Este homem decidiu agir por fé e ir para onde Jesus estava. Ele precisou de fé para deixar seu filho e procurar a Jesus, mas precisou de mais fé ainda para crer na palavra do Senhor e voltar para casa e ver seu filho curado.
Isso nos mostra um princípio. Mais importante que a cura do garoto era a fé do seu pai. Agora entenda isso, mais importante que as suas circunstâncias, é a sua fé.
Se você busca o seu milagre creia que Deus deseja recompensar, não punir. Posicione-se para a vitória, não para a derrota.
3. Fale de fé, não de dúvida
Eu sei que você tem dúvidas. Todos nós temos, isso é natural. Mas a maneira como você silencia suas dúvidas é se recusando a pensar sobre elas, e escolhendo falar de fé. Quando você clamar em fé você chamará a atenção do Senhor. O clamor da fé sempre atrai a atenção do Senhor.
A Bíblia diz que havia um cego chamado Bartimeu. As pessoas lhe disseram que Jesus estava passando, então ele começou a gritar bem alto. O seu clamor fez Jesus parar. O nosso clamor sempre faz o Senhor parar. Se ele não tivesse clamado em fé, podia ser que o Senhor passasse ao largo e ele perderia o seu milagre. Mas em vez disso ele foi em busca da sua cura.
Aqui está o que pode parar o Senhor e chamar a sua atenção: o clamor de fé. Se não há fé ele vai passar de nós. Você já observou que o Senhor nunca disse: “Deixe-me ver o que posso fazer por você”. Mas ele sempre disse: “O que você quer que eu faça por você?” Por que? Porque ele suprirá a nossa necessidade de acordo com o nosso clamor de fé.
Alguns imaginam que serão ouvidos se chorarem bastante ou se demonstrarem toda a sua dor. Mas o céu é movido por fé. Lágrimas são boas, mas a fé move os céus. A fé toca o coração de Deus, porque somente a fé honra o Senhor.
Se você clamar em fé, não dúvidando, você terá a atenção do Senhor. Então vá em frente e peça! O oficial do rei disse: “Senhor, desce, antes que meu filho morra.” É importante que você fale de fé e não da dúvida.
A palavra confessar no grego é “homologeo”. Essa palavra tem o sentido de fazer uma declaração pública através da qual um contrato ou lei é estabelecido. É por isso que a lei é homologada quando é publicada. Nossa fé também precisa ser homologada e isso acontece quando confessamos. Quando confessamos a palavra de Deus nós a estamos homologando como lei em nossa vida.
Faça confissões de vitória a respeito de seus pedidos. Você nunca alcançará o palácio falando como um camponês. O milagre começa com a sua confissão. Você recebe o que você confessa. A sua mente é programada pelo que você fala e pelo que ouve. A vida e a morte estão no poder da língua (Pv. 18:21). Confesse os seus alvos em voz alta para si mesmo e também fale dos seus alvos somente com pessoas que possam contribuir com você.
Muitos de nós somos como um Bartimeu calado. O Senhor Jesus está passando, mas como não há nenhum clamor de fé, ele simplesmente vai embora. Quantos milagres temos deixado de receber porque não clamamos e confessamos a nossa fé diante do Senhor.
Se quer buscar o seu milagre creia que Deus deseja recompensar, não punir. Posicione-se para a vitória, não para a derrota. E fale de fé, não de dúvida.
4. Responda com convicção, não com confusão
Depois de viajar quase 40 quilômetros para chegar a Jesus, e suplicando-Lhe uma e outra vez, gritando em fé pela cura do seu filho, ele ouve Jesus dizer apenas quatro palavras: “Vai, teu filho vive”. O texto diz que o homem creu no Senhor e o mais impressionante é que ele não foi embora para casa imediatamente. Diz o evangelho que somente no outro dia ele chegou em casa. No verso 53 lemos que ele perguntou aos servos a que horas o menino tinha sarado e eles responderam: “Ontem, à hora sétima a febre o deixou”. Jesus curou o menino na hora do almoço, mas ele só chegou em casa no outro dia. Sendo um oficial do rei ele não viajava a pé e a distância de sua casa era de apenas 37 quilômetros, algo que poderia ser feito em poucas horas a cavalo. Ele certamente estava tão satisfeito por ter recebido o milagre que dormiu durante toda a noite em profundo descanso. Aquele que crê descansa. Nossas palavras e nosso comportamento devem andar em harmonia, não em confusão.
Nossa convicção interior precisa se manifestar em nosso comportamento. É muito ruim orar por alguém que teve um ataque do coração e depois vê-lo fazendo um pedido de aposentadoria. Se ele creu não precisa se aposentar. É esse tipo de confusão que compromete nossa confissão.
Coloque-se no lugar daquele homem. Não havia meios de saber se seu filho tinha sido realmente curado. Ele andou exclusivamente com base na fé do que o Senhor disse. Talvez se fosse hoje, pegaríamos nosso telefone celular e ligaríamos imediatamente para saber se o menino estava bem. Aquele homem porém não saiu correndo para casa. Seu filho já estava bem, não havia mais com o que se preocupar. Para ele as palavras de Jesus eram suficientes. Ele creu e foi descansar. Só no outro dia voltou para casa.
Algumas pessoas pensam que Deus responde aos nossos bons sentimentos, nossas lágrimas e nossa dor, mas a verdade é que apenas a expressão de nossa fé pode agradar o Senhor.
Você quer buscar o seu milagre? Creia que Deus deseja recompensar, não punir. Posicione-se para a vitória, não para a derrota. Fale de fé, não de dúvida e responda sempre com convicção e não com confusão.
Pr. Aluizio A. Silva

Publicado em Uncategorized | Marcado com | Deixe um comentário

Pedra e Sabão – Bob e Debby Gass

“… Porque ele será como o fogo do ourives e como o sabão dos lavandeiros.” Mal.3:2 NKJV

O sabão limpa o exterior, o fogo limpa o interior. E o Espírito de Deus faz as duas coisas! Quando você pecar, arrependa-se! Arrepender-se profundamente nos purifica profundamente. Não se sinta mal por se sentir mal, sinta-se bem por isso. Fique feliz porque a sua consciência ainda é sensível e não fica indiferente diante de Deus. Ele disse sobre Efraim exatamente o que você nunca quer ouvir Dele: “Efraim está entregue aos ídolos; deixa-o”. O fato de Deus estar convencendo você do pecado é uma prova do amor Dele por você. Deus pode perdoar o seu pecado, mas Ele não pode ignorá-lo. O pecado não confessado interrompe a sua comunhão com Ele. O perdão faz mais do que simplesmente livrar você da penalidade por ter pecado, ele restaura a sua comunhão com Deus. Você diz: “Mas Deus não se cansa de me ver pecar e me arrepender tantas vezes?” Se Jesus disse a Pedro para perdoar o seu irmão “setenta vezes sete”, será que Ele faria menos do que isso por você? A Bíblia diz: “Vinde então, e argui-me, diz o Senhor: ainda que os vossos pecados sejam como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve; ainda que sejam vermelhos como o carmesim, se tornarão como a branca lã” (Is 1:18 NKJV). Quando peca e depois tenta se esconder de Deus, você só prolonga a sua dor. Então, no instante em que tomar consciência do pecado, confesse-o, depois saia da Sua presença confiante de que Ele o perdoou. Você não é um perdedor, você é um aprendiz. Alexander Pope disse: “Um homem nunca deve se envergonhar de confessar que errou, o que não é outra coisa senão dizer, em outras palavras, que ele hoje é mais sábio do que foi ontem”.

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Raabe

“Qualquer pessoa que sair da casa será responsável por sua própria morte.” – Josué 2:19 NVI

Ela estaria segura desde que ficasse em casa. Antes de conquistar Jericó, Josué mandou dois espias em uma missão de reconhecimento. Foi quando eles encontraram Raabe e ela os protegeu. O resultado foi que eles lhe deram um cordão escarlate para pendurar na janela, identificando sua casa como território proibido para o exército invasor. Mas observe as instruções que foram dadas a ela: “Qualquer pessoa que sair da casa será responsável por sua própria morte”. Há uma lição aqui: se você costuma procrastinar, a lição é: “Entre para a família da fé, enquanto ainda há tempo!” Se você está se afastando de Deus, a mensagem é: “Não saia da casa”. Observe estas duas grandes ilustrações bíblicas relacionadas à importância de permanecer debaixo da proteção de Deus: Primeiro: “Tomai um molho de hissopo, e molhai-o no sangue que estiver na bacia, e passai-o na verga da porta, e em ambas as ombreiras, com o sangue… porém nenhum de vós saia da porta da sua casa até à manhã” (Êx 12:22 NKJV).  Segundo: “Disse Paulo ao centurião e aos soldados: Se estes não ficarem no navio, não podereis salvar-vos’’ (At 27:31 NKJV). Você está captando a mensagem? Fique na Igreja. Fique na Palavra de Deus. Fique no lugar de oração. Fique na companhia daqueles que podem edificá-lo espiritualmente. A hora está avançada e o ataque é grande demais. “Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará” (Sl 91:1 NKJV).

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Quão invencível é a graça de Jeová! – Robert Murray McCheyne

…Quão invencível é a graça de Jeová! Nenhuma criatura tem o poder de atrair o homem a Cristo. Exibições, evidências miraculosas, ameaças, inovações são usadas em vão. Somente Jeová pode trazer a alma a Cristo. Ele derrama seu Espírito com a Palavra, e a alma sente-se alegre e poderosamente inclinada a vir a Jesus. “Apresentar-se-á voluntariamente o teu povo, no dia do teu poder” (Sl 110.3). “Acaso, para o SENHOR há coisa demasiadamente difícil?” (Gn 18.14.) “Como ribeiros de águas assim é o coração do rei na mão do SENHOR; este, segundo o seu querer, o inclina” (Pv 21.1).

Considere um exemplo: um judeu estava assentado na coletoria, próxima à porta de Cafarnaum. Sua testa estava enrugada com as marcas da cobiça, e seus olhos invejosos exibiam a astúcia de um publicano. Provavelmente, ele ouvira falar de Jesus; talvez O ouvira pregando nas praias do mar da Galiléia. Mas seu coração mundano ainda permanecia inalterado, visto que ele continuava em seu negócio ímpio, assentado na coletoria. O Salvador passou por ali e, quando olhou para o atarefado Levi, disse-lhe: “Segue-me!” Jesus não disse mais nada. Não usou qualquer argumento, nenhuma ameaça, nenhuma promessa. Mas o Deus de toda graça soprou no coração do publicano, e este se tornou disposto. “Ele se levantou e o seguiu” (Mt 9.9). Agradou a Deus, que opera todas as coisas de acordo com o conselho da sua vontade, dar a Mateus um vislumbre salvador da excelência de Jesus; a graça caiu do céu no coração de Mateus e o transformou. Ele sentiu o aroma da Rosa de Sarom. O que significava o mundo agora para ele? Mateus não se importava mais com os lucros, os prazeres e os louvores do mundo. Em Cristo, ele viu aquilo que é mais agradável e melhor do que todas essas coisas do mundo. Mateus se levantou e seguiu a Jesus.

Aprendamos que uma simples palavra pode ser abençoadora à salvação de almas preciosas. Freqüentemente, somos tentados a pensar que tem de haver algum argumento profundo e lógico, para trazer as pessoas a Cristo. Na maioria das vezes, colocamos nossa confiança em palavras altissonantes. No entanto, a simples exposição de Cristo aplicada ao coração pelo Espírito Santo vivifica, ilumina e salva. “Não por força nem por poder, mas pelo meu Espírito, diz o SENHOR dos Exércitos” (Zc 4.6). Se o Espírito age nas pessoas, estas simples palavras: “Segue a Jesus”, faladas em amor, podem ser abençoadas e salvar todos os ouvintes. Aprendamos a tributar todo o louvor e glória de nossa salvação à graça soberana, eficaz e gratuita de Jeová.

Um falecido teólogo disse: “Deus ficou tão irado por Herodes não lhe haver dado glória, que o anjo do Senhor feriu imediatamente a Herodes, que teve uma morte horrível. Ele foi comido por vermes e expirou. Ora, se é pecaminoso um homem tomar para si mesmo a glória de uma graça tal como a eloqüência, quão mais pecaminoso é um homem tomar para si a glória da graça divina, a própria imagem de Deus, que é o dom mais glorioso, excelente e precioso de Deus?”

Quantas vezes o apóstolo Paulo insiste, em Efésios 1, que somos salvos pela graça imerecida e gratuita? E como João atribui toda a glória da salvação à graça gratuita do Senhor Jesus – “Àquele que nos ama, e, pelo seu sangue, nos libertou dos nossos pecados… a ele a glória e o domínio pelos séculos dos séculos. Amém!” (Ap 1.5, 6). Quão solenes foram as palavras de Jonathan Edwards, em sua obra Narrativa Pessoal! “A absoluta soberania e graça gratuita de Deus, em demonstrar misericórdia àquele para quem Ele quer expressar misericórdia, e a absoluta dependência do homem quanto às operações do Espírito Santo têm sido para mim, freqüentemente, doutrinas gloriosas e agradáveis. Estas doutrinas têm sido o meu grande deleite. A soberania de Deus parece-me uma enorme parte de sua glória. Tenho sentido deleite constante em aproximar-me de Deus e adorá-Lo como um Deus soberano, rogando-Lhe misericórdia soberana.”

Publicado em Uncategorized | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

Bem-Vindo à Família de Deus!

“… Este homem recebe pecadores…” – Lucas 15:2 NVI

 

 

 

Vamos examinar dois dos pecadores que Jesus recebeu: em primeiro lugar, vamos falar sobre Mateus. Por ser um coletor de impostos que trabalhava para os romanos, ele era odiado pelo seu próprio povo, os judeus. Mas Jesus tinha planos especiais para Mateus. Por ser ele perito em manter registros, Jesus não apenas salvou sua alma, mas também resgatou os seus talentos. O resultado foi que ele terminou escrevendo o primeiro dos quatro Evangelhos. Você ainda acha que Deus não pode usar você? Se acha isso, está muito enganado. O fato de Mateus ter convidado Jesus para ir à sua casa para jantar é surpreendente. O fato de Jesus ter aceitado também é realmente impressionante. Isso aconteceu porque: “Este homem recebe pecadores”. Agora, vejamos Zaqueu. Ele queria tanto ver Jesus que subiu em uma árvore. Estava realmente disposto a correr riscos para encontrar Deus. “Quando Jesus chegou àquele lugar, olhou para cima e disse: ‘Zaqueu, desça depressa. Quero ficar em sua casa hoje’. Então ele desceu rapidamente e o recebeu com alegria. Todo o povo viu isso e começou a se queixar: ‘Ele se hospedou na casa de um ‘pecador’’. Mas Zaqueu levantou-se e disse ao Senhor: ‘Olha, Senhor! Estou dando a metade dos meus bens aos pobres; e se de alguém extorqui alguma coisa, devolverei quatro vezes mais’. Jesus lhe disse: ‘Hoje houve salvação nesta casa! Porque este homem também é filho de Abraão’” (Lc 19:5-9 NVI). A Bíblia diz que Deus “… é galardoador daqueles que o buscam diligentemente” (Hb 11:6). Portanto, seja diligente na sua busca. Seja perseverante na sua missão e irredutível na sua peregrinação. Abandone a frágil busca pelos bens e posições e busque o Senhor. Você não se decepcionará!

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Alerta

“Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição.” (2Tessalonicenses 2.3)

Recentemente os jornais de todo o mundo publicaram uma declaração do Vaticano, vinda do cardeal Peter Turkson, que propôs a criação de um único governo e sistema monetário mundial. O documento de Roma explica que a única solução para a crise financeira e politica mundial seria a criação de tal sistema, pois só assim o mundo escaparia do colapso econômico que está para ocorrer.

Essa surpreendente declaração – vinda do maior poder religioso do mundo – traz a nós um alerta: estaríamos exatamente no tempo do fim? Tais declarações nos fazem lembrar exatamente das profecias bíblicas a respeito da segunda vinda de Jesus, quando ocorrerá o arrebatamento, a grande tribulação, o Armagedom, o milênio, o trono do julgamento e os novos céus e nova terra.

A Bíblia diz que a segunda vinda de Cristo seria precedida por um governo mundial, regido por uma só moeda e um só governante. Tanto o livro de Daniel quanto o livro de Apocalipse falam a respeito dessa forma de governo, que culminam com o aparecimento da figura do anticristo: que será o governante dessa nova ordem global. Não é assustador notar que o Vaticano, assim como as demais entidades políticas e religiosas estão chegando à conclusão de que a solução para os problemas mundiais – que sucessivamente estão aumentando – só poderão ser resolvidos com a ascensão de tal governo?

Isso deve levar todos nós a crer que estamos no tempo do fim. O próprio Jesus disse: “Igualmente, quando virdes todas estas coisas, sabei que ele está próximo, às portas” (Mt 24.23).

Vejam só: eu entendo que durante várias décadas e anos muitos falaram a respeito do fim e eu não quero ter nenhuma pretensão de dizer datas ou dias a respeito do arrebatamento ou da volta de Jesus. Sinais sempre ocorreram ao longo das eras, mas a medida que o fim se aproxima esses sinais vem se intensificando mais e mais. Hoje, somos a única geração de todas as anteriores que tem condições tecnológicas, científicas e sociais para cumprir tal profecia.

Creio então que está tudo caminhando exatamente para o tempo do fim. Não podemos achar insignificante tal informação vinda de um órgão tão importante como o Pontifício Conselho Justiça e Paz do Vaticano e ignorá-la. Não deveríamos ver isso como um sinal? Não deveríamos nos alertar? Não deveríamos temer e tremer diante daquilo que ouvimos durante décadas e anos e agora os nossos próprios olhos estão contemplando?

Outra coisa que antecederia ou ocorreria quase simultaneamente junto com a manifestação do anticristo é o que o texto de 2Tessalonicenses fala: viria a apostasia, o abandono da fé verdadeira, o abandono das verdades bíblicas, o esfriamento, o desvio total da sã doutrina de Cristo.

Estaria essa profecia se cumprindo nos dias de hoje? Será que estamos cegos ao que está ocorrendo no meio cristão? Entre os evangélicos? Veja o que se tornou a cristandade atual: está ocorrendo uma total descaracterização do cristianismo bíblico e verdadeiro.

A igreja está andando junto com o parlamento, está havendo uma secularização dos ministérios, principalmente o de louvor. Todos os tipos e formas de pecados têm sido tolerados em inúmeras denominações – inclusive na liderança: paganismo romano fazendo parte da ordem do culto, ciências sociais, a cultura secular, com seu humanismo e psicologia estão ditando e sendo base de quase todo o alicerce cristão!

Tal apostasia na Igreja está em operação desde muitos anos atrás, sutilmente adentrando no Cristianismo sem que muitos percebessem. Vejam meus queridos irmãos: não é o fogo santo que está queimando no altar, isso é fogo estranho, essa forma de adoração, a liturgia dos cultos, a maneira como o cristão de hoje se veste e fala, os lugares que frequenta, a maneira que ele usa o dinheiro, os seus relacionamentos amorosos, seus círculos de amizade, está totalmente contaminado pela contextualização doutrinária e pelo mundanismo!

Como se não bastasse essa verdadeira prostituição espiritual no meio cristão, a era do anticristo seria marcada pelo ecumenismo e a igreja evangélica tem entrado nisso, tem dividido os púlpitos, os palcos, o Congresso Nacional e os meios de comunicação com idólatras, hereges e ateus. Tudo defendendo o interesse político e o partidarismo religioso, quer sinal maior que esse da apostasia? Deixemos de ser cegos, indiferentes, insensíveis e conformados com a atual realidade da Igreja. É hora de despertar do sono (Rm 13.11) e ver que o juízo de Deus é iminente sobre essa terra e sobre os falsos cristãos.

O que devemos fazer em meio a tudo isso, diante de tais informações e profecias bíblicas sendo cumpridas descaradamente? O Senhor Jesus nos dá a direção, pois Ele disse: “Vigiai porque não sabeis que hora virá o vosso Senhor” (Mt 24.42). Ele nos exorta a estar alerta. São dias de cuidarmos e darmos prioridade as coisas de Deus, coisas santas, espirituais, celestes, como está escrito em Colossenses 3.12-16.

Sempre foi e continuando sendo o tempo de buscar em primeiro lugar o reino de Deus, chegou a hora de deixar as vaidades de lado, os caprichos humanos e mundanos, sonhos infantis e abstratos que não dão nenhuma glória a Deus e não acrescentam nada ao reino, está na hora de se converter de verdade, amadurecer na fé, sermos crentes espirituais… temos que voltar para a rocha que é Cristo Jesus! Que as nossas vidas espirituais – nosso Cristianismo – seja baseado e fundamentado apenas na solidez das Escrituras, na sua autenticidade, veracidade e suficiência.

O que Oséias 4.6 está anunciando? “O meu povo foi destruído porque lhe faltou o conhecimento”! Todo esse cenário de destruição e de declínio espiritual está ocorrendo devido à ignorância e desprezo por parte da Igreja das verdades da Escritura!

Essa é uma mensagem de alerta. Deus ainda está tendo misericórdia de muitos que estão brincando com a fé, que estão abusando da graça e da misericórdia, que estão profanando o santuário de Deus, que é seu corpo – vivendo em deleites, orgias e mentiras. Ele continua poupando aqueles que ainda estão fechando negócios sujos em nome da fé, forjando planos sórdidos para construir seus impérios pessoais em nome de Cristo, pois Ele é benigno, compassivo e misericordioso!

Veja o exemplo de Noé: tudo isso estava acontecendo nos tempos de Noé, toda essa depravação. Deus então os avisa, lhes dá um tempo para mudarem – cento e vinte anos, eu disse cento e vinte anos de misericórdia – dizendo que caso contrário o juízo viria. Mas, infelizmente, o juízo foi inevitável para a geração de Noé. Estamos vivendo esses cento e vinte anos. Apesar de todo esse estado espiritual degradado da terra Deus ainda tem esperado pelo arrependimento dos homens, tem sido longânimo, compassivo e tem demonstrado sua abundante graça!

Por favor – eu te suplico – não despreze isso! Converta-se, arrependa-se, abra mão de tudo e de todos que te desviam da fé e que te fazem pecar. Ele disse: “Ainda que os vossos pecados sejam como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve; ainda que sejam vermelhos como o carmesim, se tornarão como a branca lã” (Is 1.18) e acrescenta: “O que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora” (Jo 6.37).

Esse é o meu Deus, esse é o seu Deus, o nosso Deus, um Deus de misericórdia e de amor. Apresse-se. O fim está próximo, os sinais estão aí em todos os lugares, arrependa-se pelo seu pecado, converta-se, e que pelo Espírito Santo você venha de fato nascer de novo, para que você seja salvo e no dia do arrebatamento você suba com Ele.

Agora, se isso não acontecer, você conhecerá a ira de Deus e os seus juízos sendo despejados na terra e o inevitável ocorrerá: você será condenado. Amém.

Pr. Paulo Junior
http://www.defesadoevangelho.com.br
http://www.aliancadocalvario.com

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário